Reduzindo a ansiedade com protótipos funcionais

Patricia Prado
Patricia Prado
protótipos funcionais

Entenda a importância de construir protótipos funcionais capazes de validar ideias e testar a experiência dos usuários, independente da ferramenta utilizada.

Antes mesmo de apontar os caminhos para a solução de um problema lá vem a pergunta sobre as ferramentas de prototipação que utilizamos. Na realidade a ferramenta depende muito do ritmo e das necessidades dos clientes.

Por incrível que pareça e, você pode até considerar amadorismo, mas já fizemos protótipos funcionais em pdf interativos. Acredite, foi um sucesso!

O importante nessa história não é qual ferramenta se utiliza, mas, sim, se ela é capaz de construir um protótipo com recursos suficientes para validar ideias em testes de usabilidade, que tenha processos rápidos e, por fim, que ofereça maneiras de enviar uma mensagem clara para o desenvolvimento.

Pense nos objetivos para construção de protótipos funcionais

Já utilizamos diversas ferramentas para construir protótipos, desde projetos simples realizados no invision até mais robustos, feitos no Axure. Ultimamente estamos testando o Adobe XD e a experiência tem sido bastante proveitosa.

Essa ferramenta não possui muitos recursos e, por isso, é leve e bem simples, pois ainda está na versão beta. No entanto, os recursos oferecidos são bem construídos. Sinceramente, já estamos à espera do próximo upgrade.

Em todo caso, nossos projetos já estão saindo do papel direto para a prototipação com uma construção super rápida, o que está deixando nossos clientes malucos pela agilidade e qualidade das entregas! Conseguimos fazer atualizações durante reuniões e já validamos com a equipe de desenvolvimento dentro do ciclo Ágil. Na sequência, conseguimos aplicar nos testes.

Realmente, uma velocidade surpreendente para qualquer equipe de UX. Se você quiser essa experiência para sua empresa também, veja aqui esse e outros benefícios de se contar com uma consultoria especializada em UX.

protótipos funcionais ideativo

Com essa dinâmica conseguimos reduzir uma etapa do nosso processo de execução, saindo do papel direto para o XD, sem passar pelo Illustrator ou Photoshop. No entanto, o que importa não é a ferramenta, mas o objetivo que se busca com a construção do protótipo.

Não seja tão vaidoso e nem coloque a culpa de não prototipar nas ferramentas, elas só facilitam a nossa vida. O protótipo deve existir seja ele em um pdf interativo, no Principle, ou direto no código com o Bootstrap Studio.

Você está perdido no que estamos falando e não reconhece essas ferramentas? Ou, mais grave ainda, a sua equipe de desenvolvimento já começa a atuar sem antes ter tido um protótipo validado pelos seus usuários?

Então ligue o sinal de alerta e pare agora mesmo o que você está fazendo para conversar com nossa equipe!

#vamoquevamo

Curtiu? Deixe sua avaliação

É só um clique 😉

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Gostou? Então, cadastre-se para receber nossos conteúdos​

Conteúdos recentes

Minha conta