Inteligência artificial e segurança pública: o que isso tem a ver com UX?

Ideativo Design
Ideativo Design
inteligência artificial e segurança pública

Entenda a relação entre inteligência artificial e segurança pública e como isso pode ser aplicado na prática, com um case da Ideativo Design.

Do atendimento de uma emergência até a resolução de um crime complexo, a Inteligência Artificial pode aprimorar, desenvolver e impactar a Segurança Pública.  Cada vez mais presentes em nossas vidas, a Inteligência Artificial na Segurança Pública é inevitável e irrefutavelmente necessária.

Vamos ver agora como a Inteligência Artificial e segurança pública podem andar juntas para agilizar atendimentos, melhorar a performance de equipes e revolucionar a área de segurança pública no Brasil. 

Wall-e, robô com inteligência artificial que cuida do recolhimento de materiais recicláveis no fime da Pixar. Fonte: Pexels

Inteligência Artificial

Tendência mundial e irreversível, a IA (Inteligência Artificial) está presente em várias áreas de atuação. Desde jogos de videogame até sua aplicação análise de exames por imagem ou em e-commerce, também nas áreas de construção civil e indústria, entre outras. Mas, afinal, você sabe o que é IA? 

O que é a Inteligência Artificial?

De acordo com a Neoway, especialista no assunto, a Inteligência Artificial (IA) pode ser entendida como a capacidade de determinadas máquinas, desde físicas até sistemas, a interpretarem dados externos e, a partir disso, aprenderem com essa interpretação e aplicarem esse aprendizado na realização ou resolução de tarefas específicas, atingindo objetivos pré-determinados. 

Em suma, o intuito é fazer com que as máquinas pensem assim como os humanos, podendo raciocinar, analisar cenários, aprender com o meio e tomar decisões de modo lógico e racional. 

As IAs podem, inclusive, aprimorarem-se interativamente conforme as informações que coletam. Conheça alguns exemplos:

  • chatbots: usam a inteligência artificial para compreender os problemas dos clientes de forma mais rápida e para fornecer respostas eficientes;
  • assistentes inteligentes:  são utilizados para analisar e entender informações críticas de grandes conjuntos de dados de texto livre para aprimorar a programação;
  • mecanismos e ferramentas de recomendação: esses podem oferecer recomendações automatizadas para programas de TV e streams, por exemplo, baseados nos hábitos e costumes de visualização. A Netflix e a Amazon são grandes exemplos desses mecanismos de recomendações. Isso que nem falamos sobre o “algoritmo” das redes sociais, não é mesmo?

Sendo assim, a IA é mais sobre o processo e a capacidade de pensamento superpoderoso e análise de dados do que qualquer forma ou função específica. Embora a inteligência artificial evoque imagens de robôs semelhantes a humanos altamente funcionais que governam o mundo, a IA não se destina a substituir os seres humanos. 

Seu objetivo é melhorar significativamente as habilidades e contribuições humanas, como aprimorar e otimizar processos na segurança de toda uma nação. E, é nesse sentido, que vamos falar mais sobre a relação entre inteligência artificial e segurança pública. Siga com a gente!

Equipe de pesquisa fazendo visita de campo no 190 de Balneário Camboriú. Fonte: Ideativo

Aproxime a tecnologia das pessoas por meio da aplicação de UX Research!

A Segurança Pública

A segurança pública é o conjunto de medidas de precaução que protegem a população e que também asseguram o patrimônio de possíveis riscos. Além disso, também envolve processos jurídicos e políticos que procuram garantir a ordem pública e a boa convivência das pessoas em sociedade. 

Enfim, a segurança pública também garante nossos direitos individuais e o exercício pleno da cidadania. 

Em contraponto, o aumento da taxa de criminalidade, a crescente insegurança que sentimos ao andar pelas ruas e a degradação dos espaços públicos colocam em xeque a segurança pública. 

Além disso, a alta demanda para equipes, em muitos casos, reduzidas, também podem dificultar ou atrasar o atendimento da população. Por causa disso, contar com a tecnologia e, em casos mais avançados, com o desenvolvimento da inteligência artificial para tarefas específicas, pode otimizar esse atendimento e contribuir para o aumento da segurança das pessoas, como um todo.

Então, vem com a gente e descubra como a inteligência artificial na segurança pública pode ajudar a transformar esse cenário. 

Central de Emergências com o videomonitoramento. Fonte: Ideativo

A inteligência na esfera pública: benefícios e possibilidades

A inteligência artificial e segurança pública podem se relacionar de infinitas maneiras. Algumas das possibilidades, são: 

  • captura e processamento de imagens inteligentes;
  • reconhecimento facial;
  • controle de acesso;
  • cercamento eletrônico de veículos;
  • municiamento de informações em tempo real.

Mas, além dessas, há outras possibilidades! 

Você sabia que de todas as chamadas recebidas no 190, cerca de 90% são ruídos, engano ou “pegadinhas”? Os famosos (e infames) trotes! Isso quer dizer que apenas 10% das chamadas são, de fato, emergências. 

E é exatamente neste ponto que a IA pode atuar, diminuindo essa alta demanda de ligações falsas para que os atendentes foquem no que realmente importa, nas emergências reais. 

Quer saber mais? Então acompanhe as informações a seguir de um case da Ideativo em parceria com a Central Regional de Emergências da Polícia Militar de Florianópolis, Santa Catarina.  

Utilizamos a Interligência Articicial e técnicas de UX, aplicando principalmente a pesquisa em UX para entender as principais necessidades e problemas dos usuários. Após a UX research e definição de prioridades, desenvolvemos um atendimento virtual humanizado que facilitou, agilizou e otimizou o atendimento do 190 à população.  

A seguir, você pode assistir uma palestra da co-founder da Ideativo Design, Patrícia Padro,  na UX Conf Brasil, maior evento de UX do país, sobre este case. Assista!

Aproxime a tecnologia das pessoas por meio da aplicação de UX Research!

Assistente de atendimento virtual humanizado

Mas, afinal, como atua um atendimento virtual humanizado, unindo inteligência artificial e segurança pública? 

A assistente de atendimento virtual humanizada faz a ponte entre o cidadão e o atendente. Ou seja, a IA consegue filtrar os áudios das ligações, entender e interpretar o telefonema. A partir disso, por exemplo, pode perceber se esse é um áudio mudo ou apenas um ruído. Dessa forma, diminui o impacto de milhares de ligações vazias para os atendentes. 

Infográfico mostrando o local de atuação da solução. A inteligência artificial como filtro de ligações que estão mudas ou com ruídos. Fonte: Ideativo

Isso porque a inteligência artificial faz o atendimento, primeiramente, e armazena os dados, retirando do processo de atendimento as ligações vazias. Deixando apenas as ligações com algum tipo audível de comunicação. Esse processo agiliza o atendimento para os casos em que há algo realmente acontecendo às pessoas. 

A relevância dessa inteligência artificial na segurança pública se dá pelo fato de que ela descarta todos os trotes e ligações sem conteúdo ou dado nenhum. Além disso, a IA ainda é capaz de compreender os enganos que são para outras emergências e realizar o encaminhamento adequado.  

Por exemplo, muitas pessoas ligam para o 190 em busca de atendimento médico, já que é um dos números mais lembrados na hora de uma emergência. Porém, por não existir integração de sistemas, a única coisa que eles podem fazer é direcionar o cidadão para ligar no canal adequado – o 192. 

Gravação da Prova de Conceito (POC) de um atendimento humanizado da Inteligência artificial (ISA). Ideativo

Conclusão

Enfim, essa é uma solução em IA muito utilizada atualmente por diversas empresas (que por vezes nos fazem ter mais trabalho do que solução), pôde ser aplicada finalmente de forma brilhante para manter a segurança das informações e fornecer um serviço de qualidade ao cidadão. 

E aí, você conseguiu entender a relação entre inteligência artificial e segurança pública e como a tecnologia pode ajudar na construção de serviços públicos mais atentos a seus cidadãos?

Se você se interessou pelo assunto e quer saber mais sobre como podemos te ajudar a inserir IA e, mais importante ainda, a preocupação com a experiência de seus usuários no seu negócio, acesse aqui para batermos um papo!

Aproxime a tecnologia das pessoas por meio da aplicação de UX Research!

Curtiu? Deixe sua avaliação

É só um clique 😉

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Gostou? Então, cadastre-se para receber nossos conteúdos​

Conteúdos recentes

Minha conta