Como potencializar e coordenar criativos em equipes remotas

Patricia Prado
Patricia Prado
Processo criativo para a construção de um workshop online

Durante os últimos meses todos passamos por diversas adaptações, mudanças e perdas. Tivemos de aprender, e ainda estamos aprendendo, a conviver com o Covid. Para as pessoas que conseguiram manter o trabalho de maneira remota, tiveram de adaptar a vida pessoal para que a profissional continuasse sendo produtiva. No entanto, isso não minimiza o processo e as dificuldades de uma nova realidade.

Apesar do trabalho remoto não ser novidade, não era a realidade de muitos, ainda mais com uma doença forçando esse processo. Passado esses meses, a vida já está começando a ficar um pouco organizada, não é? A rotina de família, o ritmo das entregas começaram a ter uma sintonia. Agora vem o próximo passo, como manter a autonomia e a criatividade ativa na equipe?

Parte do nosso papo com os clientes gira em torno de métodos que deixam a equipe aquecida e unida apesar da distância. Dinâmicas que trazem conforto e segurança para a equipe continuar sendo criativa e inovando nos processos. Os líderes e a galera do RH estão buscando alternativas para criar boas práticas, manter a transparência para que a relação de confiança continue ativa.

Baseado nessas conversas e na nossa própria experiência, mapeamos algumas ações que podem a ajudar a equipe:

Boas práticas para as empresas

  1. Ter a agenda aberta para que todos saibam o que está rolando;
  2. Fazer reuniões periódicas. No mundo da tecnologia, manter a daily.
  3. Líderes, façam feedbacks com mais frequência. Todos estamos aprendendo então, manter a proximidade com os liderados pode ajudar a trazer segurança
  4. Estar aberto a auxiliar a equipe com equipamento, internet e aquele ombro amigo para superar as ansiedades.
  5. Flexibilizar o horário de trabalho. Estar em casa pode exigir divisão de atenção com a família e, isso pode impactar nas 8 horas seguidas.
  6. Focar em resultados, não no tempo de trabalho. Essa dica é difícil de operacionalizar, ainda mais se a empresa for mais conservadora com processos bem consolidados. Deixar de controlar horário de trabalho e focar na qualidade do resultado pode ser uma barreira bem difícil de ultrapassar, mas no cenário que estamos vivendo, isso será necessário.
  7. Utilize ferramentas que auxiliam a comunicação. Slack, Trello, Skype, Meets, Agenda aberta.

Quando a gente mantem a comunicação ativa, desenha a mão livre mesmo e faz vídeo explicando a ideia. Isso é uma forma de mostrar que está presente e se importando como o processo mesmo estando distante.

Boas práticas para os funcionários

  1. Comunique tudo o tempo todo. Isso passa segurança de que você está presente. Quando estiver off, avise! Sumir não é legal e depositar a culpa na internet, não resolve. Avise pelo Whatsapp, ligue para o líder, peça auxílio para aumentar a banda. Mostre que você quer resolver, sabemos que as vezes não é tão simples, mas se posicione. Melhor assim do que deixar a corda correr solta 😉
  2. Organize um espaço para o trabalho, a casa pode estar uma zoeira, o que é muito comum, mas tente deixar o seu espaço de trabalho organizado. Isso ajuda a pensar com mais clareza.
  3. Estabeleça limites de horários. Essa atitude faz você desenvolver uma rotina, e por mais que seja monótono, a rotina ajuda a manter o ritmo da produção.
  4. Se sentiu ansioso, triste ou de saco cheio. Troque uma ideia, super normal isso acontecer. Ainda mais se você morar sozinho. Fale, comunique… não deixe a peteca cair. Respire fundo e se recupere 😉
  5. Feedbacks. Manter essa troca é importante nesse momento de aprendizado, conversar é o melhor caminho para a evolução, tanto pessoal quanto profissional.
  6. Desenvolva a adaptabilidade, essa softskills se tornou um diferencial competitivo para o profissional. Fazer acontecer pode trazer um destaque especial para o seu perfil.

Essas dicas tem oferecido autonomia para algumas equipes. Agora como manter a criatividade? Como manter aquela jornada acessível para todos, como construir o backlog e deixar todos alinhados com as diretrizes de priorização? Como aplicar atividades ágeis?

Existem algumas ferramentas que podem ser usadas para manter o propósito ativo. Trabalhamos muito com duas ferramentas que nos ajudaram nas atividades com os nossos clientes e com as equipes.

Dinâmicas criativas realizadas no Miro

Miro ou o Mural são ferramentas em que você pode compartilhar com a equipe e manter os canvas colaborativos expostos, além dos boards dos projetos. Tudo que estava na parede lá no escritório, pode ficar disponível de maneira remota. Trazer essas informações para ferramentas digitais, ajudam a manter a visão de produto e propósitos aquecidos.

Agora, conta pra gente como está por aí? Vamos compartilhar os aprendizados e ajudar todas as partes a terem autonomia e criatividade ativos, mesmo que de maneira remota 😉


Caso queira trabalhar a criatividade e autonomia com a sua equipe vem conversar com a gente, podemos personalizar exercícios especialmente para o cenário da sua empresa.

Curtiu? Deixe sua avaliação

É só um clique 😉

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Gostou? Então, cadastre-se para receber nossos conteúdos​

Conteúdos recentes

Minha conta